Hipertensão Pedras nos Rins e Inchaço

Hipertensão Pedras nos Rins e Inchaço 

Reduza o sal e previna hipertensão. Esse tempero está presente em grande parte dos pratos consumidos pelos brasileiros. Apesar de conferir sabor as preparações quando ingerido em excesso pode trazer riscos a saúde, como o surgimento de hipertensão pedras nos rins e o inchaço.

 
Pensando nisso vamos ensinar técnicas simples para diminuir o uso do sal, além de indicar ingredientes que podem substitui-lo e mostrarem formas de amenizar as consequências do consumo de altas doses do tempero.
Então concentre se nas próximas páginas e descubra hábitos mais saudáveis que vão melhorar a sua saúde.

 

 

Dossiê do sal

Muito consumido entre os brasileiros. Ele é usado para realçar o sabor dos alimentos e, inclusive, para conservar produtos alimentícios. Contudo, apesar de estar presente na grande maioria dos pratos, o sal nem sempre é mocinho, podendo trazer diversos problemas de saúde. O principal componente do sal é o sódio que, se ingerido em excesso, aumenta a retenção de líquidos no organismo. Além disso, também predispõe a doenças cardiovasculares, como hipertensão arterial, infarto do miocárdio e acidente vascular cerebral, e doenças renais. Conheça mais sobre esse tempero, que é queridinho para alguns e vilão para outros.

 

 

Organismo em alerta!

O consumo excessivo. De ingredientes ricos em sódio pode trazer riscos a saúde e influenciar no emagrecimento. Ao comer pipoca, por exemplo, você costuma colocar bastante sal.
É para temperar as saladas. Se ter um saleiro sempre por perto é uma realidade para você, saiba que essa atitude aparentemente simples pode esconder um grande perigo o surgimento de doenças. A ingestão descontrolada de sal pode acarretar muitos problemas para a saúde, como pressão alta. Além disso, o sódio também é vilão das dietas, pois estimula a retenção de líquidos, causando o inchaço o que, muitas vezes, contribui para o ganho de peso. Então que tal conhecer os principais problemas que podem surgir quando o sal é consumido em quantidades maiores do que o recomendado.

 

 

Hipertensão 

A hipertensão arterial. Ou a popularmente conhecida pressão alta é considerada um problema de saúde pública.
Acomete uma em cada quatro pessoas adultas no país. Frequentemente, ela é chamada de assassina silenciosa, pois pode apresentar se assintomática durante anos e promover um infarto fatal inesperadamente.
São vários os fatores associados a elevação da pressão arterial sedentarismo, estresse, tabagismo, envelhecimento, diabetes e a qualidade alimentar, como o consumo exagerado de sal. Procure varia as cores e os tipos dos alimentos e dê preferencia a alimentos integrais. Além disso, opte pelo baixo consumo sódio, gorduras totais (óleo de preparo dos alimentos, frituras) e saturadas (gordura da carne, pele do frango, tempero industrializado) e carboidratos simples (açúcar, refrigerantes, doce). Contudo, o indicado não é cortar todas as fontes alimentares de sódio e, sim, controlar o seu consumo. Isso porque o que é prejudicial é no excesso de sódio circulante (divido muitas vezes ao consumo exagerado), o que leva a um descontrole nas concentrações e excreções de outros minerais, como potássio e cálcio.

 

 

Problemas nos Rins

Quando o consumo de sódio é muito além do necessário, o rim responsável por excretar essa substância do organismo pode ficar comprometido uma vez que esse órgão tem uma capacidade limitada para filtrar e eliminar o sal. Outro problema é que a hipertensão (doença causada pela grande quantidade de sal no organismo, como já explicado). É uma das principais causas de doença renal crônica. Além disso, ingerir muito sal aumenta os riscos de cálculo renal. As pedras nos rins são formadas pela agregação de sais. O potássio pode exercer ação anti hipertensiva. Por isso, consumir regularmente alimentos. Fontes de potássio como leguminosas, vegetais verde escuro, banana, laranja, leite e derivados, cenoura e beterraba, ajuda a fornecer ação protetora.

 

 

Edemas, os vilões das mulheres 

Provavelmente, você já deve ter ouvido esse termo em algum lugar. Mas você sabe o que ele significa.
Utilizado principalmente por médicos e profissionais da saúde. O nome edema pode ser traduzido para uma palavra bem mais simples inchaço. Ele ocorre pelo acúmulo excessivo de líquido. No espaço intersticial, região localizada entre os vasos sanguíneos e as células dos tecidos. ( ou em seu interior). É possível dividir os edemas em três grupos distintos comum, linfedema e mixedema. Para diferenciá los é preciso identificar a substância. Que está alojada no espaço intersticial, sendo que o primeiro tipo é caracterizado pelo armazenamento de água e sal. Portanto, uma das soluções. Para eliminar o inchaço é a reeducação alimentar, a qual proporciona a oportunidade de reduzir o sódio da alimentação. Pensando nisso, listamos alguns alimentos que colaboram com a eliminação do sódio e a diminuição dos inchaços.

 

 

Melão

Tem alta quantidade de potássio. Vitaminas A e C ácido linoleico, licopeno, zaxantina e lanoesterol.
Tem ação anticancerígena e diurética e pode ser consumido puro ou batido sob a forma de vitamina.
O recomendado é ingerir 1 fatia média por dia. Cada 100g contém 100 calorias. Alcachofra Contém cinarina, que tem ação diurética, auxilia na eliminação de ureia e de substância tóxicas, decorrentes do metabolismo celular, promovendo uma verdadeira limpeza no sangue. O ideal é consumir 1 unidade, 2 vezes por semana.
Cada 100g de alcachofra cozida contém 35 calorias.

 

 

Alface

Rica em vitamina A, B, C e E. Mirais como cálcio fósforo, magnésio e zinco, além de fibras. Ela conservar a saúde da pele a das mucosas, dá resistência aos vasos sanguíneos e age contra o acúmulo de toxinas, A porção diária recomendado é de um prato de sobremesa, que tem apenas 15 calorias.

Folha de amora
Possui ácido ascórbico. Ácidos graxos, ácido málico, aminoácidos, caroteno, flavonoides, frutose, glicose, sais minerais, tanino e triterpeno. Tem ação anti inflamatória, adstringente, antioxidante, cicatrizante, expectorante, emoliente e diurética. O ideal é consumir até duas xícaras de chá por dia.
Não possui calorias. contraindicação: diabéticos, gestantes, lactantes e crianças.

 

 

Aveia

Rica em avenina. Que tem ação diurética, sacia a fome alivia o estresse e é revitalizante mental. Pode ser associada a salada de frutas, nas refeições principais ou substituindo a farinha branca no preparo dos alimentos. A porção diária deve ser de uma a duas colheres de sopa. Cada colher de farelo de aveia possui 56 calorias.

E-Book Delícias Que Emagrecem? Insira Seu E-mail e Comece a baixar Hoje mesmo o e-Book

Emerson Fittpaldi

Olá! Eu me chamo Emerson Fittpaldi sou criador desse site. Nesse site você vai aprender tudo sobre como ter uma boa qualidade de vida, reeducação alimentar, aprende sobre quais alimentos que previne doenças, sucos de frutas e vegetais para emagrecimento...

Website: https://saudefrutasevegetais.com.br/

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *